mudas frutiferas, mudas nativas, mudas florestais  
MUDAS DE PALMEIRAS  
HOME :
Palmeira Real
Palmeira Real em mudas e Palmeiras Adultas
Palmeira Real

Classificação científica
Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Liliopsida
Ordem: Arecales
Família: Arecaceae

Palmeira é o nome comum da Arecaceae, anteriormente conhecida como Palmae ou Palmaceae, a única família botânica da ordem Arecales. Pertencem a esta família plantas muito conhecidas, como o coqueiro e a tamareira, abrangendo cerca de 205 gêneros e 2.500 espécies. Se distribuem pelo mundo todo, mas estão centralizadas nas regiões tropicais e subtropicais.

O género tipo dessa família é a Areca, cuja espécie mais conhecida é a Areca catechu, uma palmeira da Malásia cuja semente se chama Noz de bétele porque costuma ser mascada em conjunto com a "folha de bétele" (proveniente da pimenteira Piper betle, uma planta que não pertence à família Arecaceae).

As palmeiras são plantas perenes, arborescentes, tipicamente com um caule cilíndrico não ramificado do tipo estipe, atingindo agrandes alturas, mas por vezes se apresentando como acaule (caule subterrâneo).

Não são consideradas árvores porque todas as árvores possuem o crescimento do diâmentro do seu caule para a formação do tronco, que produz a madeira, e tal não acontece com as palmeiras.

A seiva de algumas espécies de arecáceas é tradicionalmente fermentada para produzir o vinho de palmeira, muito apreciado e conhecido em Moçambique com o nome de sura (onde, para além de ser bebido, é também utilizado como fermento na fabricação de pães e bolos). No Brasil, o buriti (Mauritia flexuosa) também é fermentado (entre outras formas de consumo), dando origem ao vinho de buriti, e o açaí (Euterpe oleracea) dá o vinho de açaí. Em Angola o vinho de palmeira é conhecido como "marufo".


Informações Botânicas

Folhas
São pinadas ou palmadas, com pecíolos longos, em geral com bainha abarcante, inteira e larga, as vezes com espinhos. A bainha muitas vezes envolve o espique (tipo de caule característico das palmeiras) e as bainhas das folhas mais novas. As folhas são geralmente inseridas em espiral formando um tufo na extremidade do caule. A prefoliação é do tipo plicada.

Flores
Inflorescências, geralmente axilares, grandes, paniculadas e envolvidas por bráctea desenvolvida na forma de quilha (espata) que muitas vezes são lenhosas (cimba). As flores são numerosas, pequenas, curto-pediceladas ou sésseis, unissexuadas ou raramente andrógenas, trímeras, actinomorfas, heteroclamídeas ou raramente monoclamídeas. Androceu com 6 estames dispostos em 2 séries de 3. Estaminódios frequentemente presentes. Gineceu de ovário súpero, tricarpelar.


Alguns gêneros mais comuns

Acrocomia - com a macaúba brasileira
Areca
Arenga
Attalea
Bactris - a que pertence a pupunha
Borassus
Cocos - onde se situa o coco-da-Bahia
Copernicia - que tem a carnaúba
Euterpe - com o açaí e palmito-juçara
Elaeis - como o dendê
Jessenia
Mauritia - a que pertence o buriti
Orbignya - que tem o babaçu
Phoenix - com a tamareira
Raphia - palmeira da ráfia
Rhapis
Roystonea - a que pertence a palmeira-imperial
Sabal
Salacca
Syagrus - com o jerivá
Veitchia
Wallichia
Washingtonia

Viveiro de mudas temos : mudas de palmeiras - mudas de palmeiras jerivá - mudas de palmeira imperial - mudas de palmeiras triangular - mudas de coqueiro - mudas de coqueiro anão - mudas de areca bambu - mudas de palmeiras leque - mudas de palmeira fênix - mudas de murta - mudas de jabuticaba - temos viveiro próprio de palmeiras - murta e jabuticaba - adubos orgânicos - fertilizantes orgânicos

Mande um e-mail: florestamudas@gmail.com
Fone: (14) 3441-3501